sexta-feira, 2 de abril de 2010

Apenas um




     Às vezes esperamos muito das pessoas que mais gostamos. Milhões de pessoas ao nosso redor tomam decisões, mas pra nós, apenas uma precisava tomar. Enquanto existem mais de seis bilhões de pessoas no mundo, queremos sempre a que está mais difícil, aquela que menos se importa com a gente. Com tantas palavras para se dizer, insistimos sempre em dizer um único nome. No meio de dezenas de sentimentos, preferimos ficar com apenas um: O amor.
    E como brinde, levamos a dor. Com tantas músicas para se escutar, queremos sempre ouvir aquela que faz lembrar a pessoa "inalcançável", para sentirmos ao mesmo tempo amor e dor. Esperando apenas uma coisa: Que aquela pessoa decida algum dia, gritar pelo seu nome.

Um comentário:

1000ton Oliveira . disse...

Seu blog é bem romântico, adorei :) Tô seguindo também!